Mensagem Pastoral

A GRATIDÃO!

24 Mar 2019Pr. Hércio Fônseca

“Como é bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo; anunciar de manhã o teu amor leal e de noite a tua fidelidade.”
(Salmos 92.1-2)

A gratidão é uma virtude que está em desuso em nossos dias. Embora a gratidão seja uma das mais preciosas virtudes, o homem tem optado por ser indiferente, e até ingrato, diante das bênçãos que tem recebido.

A Bíblia retrata essa realidade quando Jesus pontuou a sua experiência com a ingratidão dos homens. Curou dez leprosos e apenas um voltou para agradecer. Então, Jesus perguntou: “Não foram dez os curados? Onde estão os outros nove?”. É uma lástima, mas essa tem sido a nossa postura ao longo da história humana. Recebemos os benefícios e, simplesmente, viramos as costas para quem nos ajudou em nossas necessidades.

É necessário pararmos um pouco e pensarmos  nas muitas coisas que Deus tem feito por nós! A impressão que temos é que nada que recebemos parece tocar o nosso coração e gerar em nossa alma o sentimento de satisfação, alegria e gratidão pelo recebido.

Diariamente convivemos com pessoas que parecem ser cheias de gratidão por tudo o que recebem. Dão graças antes das refeições, reconhecem, diariamente, o pão como um presente de Deus, são gratas pela bondade de alguém, sentem-se gratificadas com boas notícias, se congratulam quando têm sucesso, ficam satisfeitas quando recebem um elogio, deixam uma gratificação quando bem atendidas. Podemos classificar o comportamento dessas pessoas como graciosos, ou seja, cheio de graça por transmitirem gratidão em tudo o que realizam.

Só com um coração agradecido é possível compreendermos a dimensão da graça de Deus em nossa vida. As grandes mudanças que desejamos para a sociedade não podem vir das descobertas do nosso tempo, mas da ação poderosa da graça de Deus em nossas vidas. As transformações acontecem quando alguém aceita que tudo o que é e tem vêm do Senhor, pela sua maravilhosa graça, e passa a ter um coração gracioso para com os que estão à sua volta.

Em alguns momentos, fico estranhamente surpreso quando descubro a falta de gratidão dentro da igreja, uma instituição fundada para essa finalidade. Fico triste ao presenciar uma sociedade indiferente ao cuidado e à fidelidade de Deus. Como é decepcionante presenciarmos líderes se intitulando autores de grandes feitos e realizações sem mencionar sequer a existência de Deus.

Como povo de Deus, somos convocados a assumir uma postura diferente da que tantas vezes temos. O verdadeiro servo de Deus sabe reconhecer as bênçãos de Deus e os favores dos homens. Que Deus possa gerar em nosso interior essa maravilhosa virtude, nos habilitando a sermos agradecidos e reconhecidos por todas as bênçãos.

Voltar