Mensagem Pastoral

PRECISAMOS DECIDIR

28 Out 2018Pr. Hércio Fônseca

“Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a vontade de Deus, ele nos ouvirá.”
(1 João 5.14)

Deus nos criou livres para decidirmos o rumo que queremos dar à nossa vida, contudo, nós sabemos que esta liberdade implica nossa obrigação em não deixarmos de decidir e, por essa razão, mesmo quando optamos por não tomar um posicionamento, já estamos decidindo.

Em muitos momentos, vamos encontrar pessoas que criam toda espécie de manobra para fugir da responsabilidade de tomar decisões. No entanto, por mais que exista esse esforço por parte de algumas pessoas, nada pode substituir a decisão. A grande verdade é que enquanto estivermos neste mundo vamos ter que decidir pelas grandes coisas e pelas pequenas coisas da vida.

Vão sempre existir dois caminhos a nossa frente. Vamos sempre nos deparar com situações que nos mostram a necessidade de nos posicionarmos. Ficar no meio do caminho é ficar sem saída. Sempre existirá uma situação que exigirá de nós uma atitude.

Em quantos momentos imaginamos que pelo fato de ficarmos neutros em uma situação está tudo resolvido. Quando agimos assim, só transferimos o problema ou o desafio para o dia seguinte. Fugir das decisões é se acovardar com a vida. Ter coragem para assumir o nosso ponto de vista e expressar a nossa opinião é ter consciência do nosso dever como pessoa e como cidadão.

Quando olhamos a história de Cristo, encontramos exemplos claros de que não podemos escapar da missão que temos de tomar decisão. Lembremos do julgamento de Jesus, quando Pilatos lava as mão como um sinal de que nada podia fazer, de que estava assumindo a neutralidade, quando, na verdade, ele toma a decisão de entregar o Mestre.

Todos os dias, surgirão situações que vão nos colocar em xeque, no canto da parede e a melhor saída é, embora muitas vezes correndo riscos, tomar uma decisão. Protelar para amanhã ou mesmo jogar a responsabilidade para os outros não vai nos eximir das consequências que virão pela nossa incapacidade de assumir o que na verdade desejamos.

A melhor atitude que podemos adotar, em meio às dúvidas que enfrentamos, é orar e buscar a direção de Deus para cada situação que se apresenta à nossa frente. Não podemos permitir que o espírito de dúvidas invada o nosso coração e nos impeça de nos posicionarmos, pois a dúvida nos acovarda e nos faz retroceder.

Precisamos seguir em frente, decidindo e assumindo os desafios que surgem. As escolhas são inevitáveis e as decisões revelarão os valores que norteiam as nossas vidas. Tome, sempre, decisões que engrandeçam a Deus e glorifiquem o seu nome, pois, só assim, teremos certeza de que estamos cumprindo o nosso papel de cristão.

Voltar