Mensagem Pastoral

AUTOSSUFICIÊNCIA

26 Jan 2020Pr. Hércio Fônseca

“Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!”
(1 Coríntios 10.12)

Embora a Bíblia nos oriente a dependermos totalmente de Deus, nós insistimos em ser autossuficientes. Queremos a todo custo viver independentes de Deus, da Sua Palavra e das Suas diretrizes, o que é um grande erro.

A Bíblia é clara ao dizer que todos nós cometemos pecados, todos nós erramos. O apóstolo Paulo nos ensina, em Romanos 3.23, que: “Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus”.Todos nós podemos enfrentar fracassos e decepções, por essa razão, não podemos nos julgar senhores da vida.

A realidade é que, uma vida sem erros, é uma grande utopia. Uma vida próspera e útil tende a enfrentar dificuldades e incorrer em erros. Todas as vezes que nos envolvemos com pessoas ou situações ficamos vulneráveis e acabamos machucados ou machucando alguém. O ser humano está sempre propenso a passar por situações de deslizes.

Nós temos a mania de ficar olhando os erros e defeitos dos outros, nos colocando acima de qualquer possiblidade de errar. Essa postura que adotamos é doentia e diabólica. Ao encontrarmos alguém caído e escorregando na estrada da vida, precisamos nos avaliar e ver que podemos passar por situação semelhante. Ninguém é suficientemente forte para se manter intocável.

A autossuficiência vai sempre nos colocar em uma posição superior aos outros. Por essa razão, nos achamos no direito de julgar os que estão à nossa volta, nos colocando acima de qualquer situação. Todos nós podemos cair e fracassar em algum momento.

Contudo, podemos, sim, transformar os nossos erros em oportunidades para mudar a nossa história. Quando temos a capacidade de reconhecer que erramos, vamos ser impulsionados a consertar o prejuízo que causamos e seremos tratados em nosso caráter. A pior condição que alguém pode assumir é achar que está sempre certo e que nunca comete erros. Essa atitude revela um grande erro: a nossa soberba, prepotência e autossuficiência.

Deixar de reconhecer que somos frágeis, e que podemos errar, é perder a oportunidade de ser trabalhado por Deus em nossa humanidade. A pessoa que nunca comete erros recebe ordens de alguém que comete erros e, consequentemente, acaba errando. O fracasso é um atraso, mas não reconhecer que podemos fracassar é uma grande derrota.

Precisamos avaliar a nossa conduta! Todos os dias estamos vulneráveis a tropeçar em alguma pedra que pode nos derrubar. Devemos reconhecer que só Deus pode nos fortalecer e nos habilitar para superar as ciladas e dificuldades que enfrentamos. Na verdade, só estamos de pé por causa do Senhor!

Voltar